Teste de estanqueidade: o que é, por que realizar

Quando você escuta falar sobre o “teste de estanqueidade em tubulações de gás” talvez você pense que esta é   só mais uma exigência do Corpo de Bombeiros para fazer a sua empresa gastar mais dinheiro, no entanto você já parou para pensar  porque você precisa contratar uma empresa especializada para emitir o laudo todo ano?

Se você tem alguma dessas dúvidas, esse artigo foi feito para você.

teste de estanqueidade

Primeiramente é importante destacar que o teste de estanqueidade vai muito além de um papel assinado por um Engenheiro com uma ART.

Aliás, você sabe o que é Anotação de Responsabilidade Técnica (ART)?

A ART é um instrumento legal, necessário à fiscalização das atividades técnico-profissionais, nos diversos empreendimentos sociais.

De acordo com o Artigo 3º da Resolução nº 1025/2009, do Confea,

“Todo contrato, escrito ou verbal, para a execução de obras ou prestação de quaisquer serviços referentes à Engenharia, Arquitetura e Agronomia fica sujeito a “Anotação de Responsabilidade Técnica (ART)”, no Conselho Regional em cuja jurisdição for exercida a respectiva atividade”.

Instituída também pela Lei Federal nº 6496/1977, a ART caracteriza legalmente os direitos e obrigações entre profissionais e usuários de seus serviços técnicos, além de determinar a responsabilidade profissional por eventuais defeitos ou erros técnicos.

 

Mas voltando para o tema principal desse artigo… o que é teste de estanqueidade?

 

Teste de estanqueidade significa verificar se algo está estanque, hermético, sem vazamento. Um teste de estanqueidade em tubulações de gás, tem como objetivo examinar o sistema de forma a garantir que não há nenhum vazamento. Trata-se de um procedimento obrigatório para proporcionar efetividade e segurança ao sistema.

Qual norma exige a realização do teste de estanqueidade?

Norma NBR 15358 (Redes de distribuição para gases combustíveis em instalações comerciais e industriais – Projeto e execução)

4.3 Inspeção periódica (para estabelecimentos comercias e industrias)

”A inspeção periódica deve ser realizada em períodos máximos de 12 meses, podendo variar para menos em função de riscos decorrentes das situações construtivas e de uso de acordo com avaliação e registros realizados pelo responsável da inspeção.”

 

Norma NBR 15526 (Redes de distribuição interna para gases combustíveis em instalações residenciais e comerciais — Projeto e execução)

4.6 Inspeção periódica (para estabelecimentos residenciais)

“Recomenda-se que sejam realizadas inspeções periódicas na rede de distribuição interna. Caso sejam realizadas, recomenda-se que sejam realizadas em períodos máximos de cinco anos, ou de acordo com definição da autoridade competente, podendo variar para menos em função de riscos decorrentes das situações construtivas e das condições ambientais.”

Porque  realizar o teste de estanqueidade  no sistema de gás é importante?

 

Além de ser uma exigência do corpo de bombeiros e da NR13, o teste de estanqueidade serve para garantir a seguridade de uma tubulação de gás. Realizá-lo, regularmente, é a melhor maneira de prevenir incêndios, explosões e evitar vazamentos.

A cada ano que passa – vemos em noticiários um número absurdo e crescente de acidentes ocorridos por causa de gás. Os motivos para essas catástrofes são variadas.

Com gás não se brinca; Gás Combustível é coisa séria; portanto é muito importante nas edificações residenciais, comerciais e industriais que se utilizam de redes canalizadas de gases combustíveis; realizar periodicamente inspeções técnicas e a realização de testes de estanqueidade, a fim de conferir a pressão das instalações; minimizando os riscos de explosões e incêndios; Para as empresas que necessitem do AVCB – Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros, também é necessária a realização destes Testes para aprovação dos órgãos responsáveis.

 

Como o teste de estanqueidade em tubulações é realizado?

O teste de estanqueidade em tubulações acontece como um ciclo com base em quatro fases fundamentais:

1- Enchimento por pressurização da tubulação que está sendo testada;

teste de estanqueidade

2- Verificação das conexões;

teste de estanqueidade

3- Tempo de espera para a acomodação do fluido de teste;

teste de estanqueidade

4- Análise se a pressão se manteve constante ou houve uma queda eventual em um intervalo de tempo, o que caracterizaria um vazamento.

teste de estanqueidade

Teste de estanqueidade com nitrogênio

 

Na Tercal Engenharia realizamos o teste de estanqueidade com o nitrogênio, pois o nitrogênio é uma boa opção para realizar o teste. Isso porque trata-se de um gás inerte, ou seja, que não é inflamável, não pode ser considerado combustível e não reage quando em contato com certos componentes do sistema. Dessa forma, trata-se de uma maneira segura de realizar o teste, já que, ainda que haja vazamentos, o fluido não traz o risco de explosão.

Além disso, ainda que o teste de estanqueidade tenha sido realizado com outros fluídos, o gás inerte serve para limpar todo o sistema após o teste, antes de colocá-lo em uso. Dessa forma, elimina-se os resíduos que possam ter se acumulado em seu interior e evita-se que ocorram reações químicas, que colocariam todo o processo em risco.

Vantagens de se fazer o Teste de Estanqueidade:

 

  • Atendimento a requisitos legais;
  • Obtenção de relatório de inspeção e conformidade técnica;
  • Laudo de estanqueidade;
  • Anotação de responsabilidade técnica (ART);
  • Comprovação da estanqueidade do sistema de gases combustíveis;
  • Prevenção de vazamento de gases combustíveis;
  • Minimizar riscos de incêndio e explosões;
  • Ferramenta de comprovação de conformidade em auditorias ambientais internas e externas (ISO 14001) e de saúde e segurança ocupacional (OHSAS 18001);
  • AVCB, licenças e alvarás de funcionamentos;
  • Redução de custo nas apólices de seguro;
  • Evidência técnica e legal de que a empresa está comprometida com a segurança, qualidade e meio ambiente.

Principais locais onde realizamos o teste de estanqueidade

  • Hospitais;
  • Tubulações instaladas em indústrias interligadas a cozinha;
  • Condomínio;
  • Postos de Combustíveis;
  • Restaurantes;

Conclusão

Como você deve ter percebido ao longo do texto, além de ser uma exigência do corpo de bombeiros e da NR13, o teste de estanqueidade é um procedimento fundamental para manter a segurança da sua empresa, podendo prevenir a maioria das tragédias causadas por vazamentos de gás.

Normas Técnicas de Referência:

 

  • ABNT NBR 15358 Redes de distribuição para gases combustíveis em instalações comerciais e industriais – Projeto e Execução;
  • ABNT NBR 13523 Central de Gás Liquefeito de Petróleo – GLP;
  • ABNT NBR 15526, Redes de distribuição Interna para Gases Combustíveis em Instalações Residenciais e Comerciais Projeto e Execução;
  • ABNT NBR 14024 Central de Gás Liquefeito de Petróleo GLP, Sistema de Abastecimento a Granel;
  • IT – Instruções Técnicas do Corpo de Bombeiros Estado de São Paulo;
  • RIP CONGAS.
Jéssica - Tercal
Siga-me
Últimos posts por Jéssica - Tercal (exibir todos)