Este artigo é para você que tem um compressor instalado em sua empresa e precisa de um profissional habilitado para realizar o laudo de compressor.

Caso você seja um comprador e precise de um orçamento para inspeção de um compressor, instalado em sua empresa, solicite um orçamento através dos contatos abaixo, área de contato do site ou pelo botão do Whats’App. Caso tenha dúvidas sobre inspeção de compressores, leia este artigo até o fim, temos muito conteúdo para apresentar para você.

curso nr13 online com certificado

Leia também: O NÃO ATENDIMENTO DA NR-13 PODE GERAR MULTA?

Muitas empresas entram em contato com a TERCAL ENGENHARIA solicitando um orçamento para elaboração de laudo de compressor após receberem uma auditoria surpresa, muitos desses profissionais não conhecem a NR13 e não sabem da obrigatoriedade de realizar inspeções periódicas em seus equipamentos, por isso elaboramos esse artigo para sanar todas as suas dúvidas sobre este tema.

laudo tecnico compressor de ar

Quem pode fazer o laudo de compressor?

A inspeção em caldeiras, compressores, vasos de pressão, autoclaves, boilers e tubulações juntamente com a emissão do laudo de compressor somente poderá ser realizada por um profissional legalmente habilitado, ou seja, Engenheiro Mecânico.

laudo tecnico compressor de ar

Posso contratar um Engenheiro Mecânico para realizar o laudo de compressor?

Ao contratar um profissional habilitado verifique se esse profissional possui experiência e se o mesmo é recomendado no mercado, infelizmente muitos profissionais só tiram fotos do equipamento e não atendem a todos os requisitos da NR13, o que pode causar acidentes e multas. Fique esperto, um diploma e uma ART não são o bastante para proteger a sua empresa!

Quanto custa a inspeção de compressor?

O valor do laudo de compressor depende da quantidade de compressores instalados no cliente, quanto mais equipamentos mais barato o custo por inspeção, de acordo com uma pesquisa de mercado realizada em Janeiro de 2021 a Tercal Engenharia possui o melhor custo benefício do mercado com flexibilidade no pagamento e laudo técnico acima do padrão oferecido pelo mercado.

laudo de compressor

O que está incluso em um laudo de compressor oferecido pela TERCAL ENGENHARIA?

No laudo de compressor (inspeção inicial) estão inclusos:

  • Anotação de Responsabilidade Técnica assinada por um Engenheiro Mecânico.
  • Inspeção visual externa com medição de espessura por ultrassom.
  • Inspeção visual interna.
  • Teste Hidrostático (quando aplicável).
  • Reconstituição de prontuário (quando aplicável).
  • Abertura do livro de registro.
  • Calibração de válvula de segurança com certificado, lacre e plaqueta de identificação.
  • Calibração de manômetro com certificado e adesivo de identificação.
  • Calibração de pressostato com certificado e adesivo de identificação.

laudo tecnico compressor de ar

Existem 03 tipos de compressores

  • Os compressores de único-estágio são usados para tarefas domésticas, como inflar pneus e possivelmente, algumas ferramentas de ar de baixa carga como grampeadores.
  • Os compressores de ar profissional fornece mais pressão. Podem ser modelos alternativos de dois estágios ou modelos de parafusos rotativos e podem fornecer mais potência para executar várias tarefas pneumáticas de uma só vez com uso intermitente.
  • Compressores de ar industrial será o cavalo de batalha de uma fábrica ou a fonte de energia confiável em uma plataforma de petróleo. Eles são projetados para fornecer um fluxo constante de ar comprimido por longos períodos de tempo. Estes compressores são construídos com componentes de alta qualidade que permitem a personalização para o ambiente específico para melhorar o desempenho, eficiência energética e confiabilidade.

Entre em contato com a nossa equipe e solicite um orçamento agora!

laudo tecnico compressor de ar

Laudo de Compressor nr13

Todos os postos de combustíveis e auto centers utilizam no mínimo um compressor nr13 (vaso de pressão) e consequentemente precisam de laudo de compressor. Falhas em vasos de pressão podem acarretar consequências catastróficas até mesmo com perda de vidas, sendo considerados os Vasos de Pressão equipamentos de grande periculosidade.

Os requisitos de segurança do trabalho estabelecidos pela NR-13 promovem aspectos relacionados à instalação, inspeção, operação e manutenção de vasos de pressão e suas tubulações de interligação, visando melhorias na saúde e na segurança dos trabalhadores promovendo redução nos índices de acidentes.

Todo vaso de pressão é um equipamento de alta periculosidade. O risco de acidente aumenta quando o referido equipamento não possui os devidos cuidados exigidos pelas normas vigentes.

Através de pesquisas na internet, foram encontrados vários acidentes com vasos de pressão. Não foi possível relatar estatísticas, devido não encontrar dados confiáveis. Para facilitar o entendimento do assunto, segue um exemplo de acidente com um compressor de ar ocorrido em uma oficina mecânica.

A imagem abaixo apresenta um acidente com compressor de ar em uma oficina mecânica, sem vítimas, mas que causou um estrago de grande proporção no estabelecimento. Nota-se que um laudo de compressor poderia evitar esse acidente.

A figura abaixo apresenta um exemplo de compressor comum, utilizado para variados fins, e que será analisado neste artigo. Em todos os estabelecimentos atendidos pela TERCAL encontramos  equipamentos parecidos, contendo princípio de funcionamento igual, embora características diferentes, variando fabricante e tamanhos dos equipamentos.

Laudo de Compressor nr13: Categorias de vasos de pressão

Para efeito da NR-13,  os vasos de pressão são classificados em categorias segundo a classe de fluido e o potencial de risco.

a) Os fluidos contidos nos vasos de pressão são classificados conforme descrito a seguir:

Classe A:

  • Fluidos inflamáveis;
  • Fluidos combustíveis com temperatura superior ou igual a 200 ºC (duzentos graus Celsius);
  • Fluidos tóxicos com limite de tolerância igual ou inferior a 20 (vinte) partes por milhão (ppm);
  • Hidrogênio;
  • Acetileno.

Classe B:

  •  Fluidos combustíveis com temperatura inferior a 200 ºC (duzentos graus Celsius);
  • Fluidos tóxicos com limite de tolerância superior a 20 (vinte) partes por milhão (ppm).

Classe C:

  • Vapor de água, gases asfixiantes simples ou ar comprimido.

Classe D:

  • Outro fluido não enquadrado acima.

b) Quando se tratar de mistura deverá ser considerado para fins de classificação o fluido que apresentar maior risco aos trabalhadores e instalações, considerando-se sua toxicidade, inflamabilidade e concentração.

c) Os vasos de pressão são classificados em grupos de potencial de risco em função do produto P.V, onde P é a pressão máxima de operação em MPa e V o seu volume em m3, conforme segue:

Grupo 1 – P.V = 100
Grupo 2 – P.V < 100 e P.V = 30 Grupo 3 - P.V < 30 e P.V = 2,5 Grupo 4 - P.V < 2,5 e P.V = 1 Grupo 5 - P.V < 1 d) Vasos de pressão que operem sob a condição de vácuo devem se enquadrar nas seguintes categorias:

  • Categoria I: para fluidos inflamáveis ou combustíveis;
  • Categoria V: para outros fluidos.

e) A tabela a seguir classifica os vasos de pressão em categorias de acordo com os grupos de potencial de risco e a classe de fluido contido.

laudo tecnico compressor de ar

Laudo de Compressor nr13: Aplicação de vasos de pressão

A NR-13 aplica-se a vasos de pressão instalados em unidades industriais e outros estabelecimentos públicos e privados, tais como hotéis, restaurantes, hospitais entre outros. Algumas das aplicações são: armazenamento final ou intermediário, amortecimento de pulsação, troca de calor, contenção de reações, filtração, destilação, separação de fluidos, criogenia, etc

Os vasos de pressão podem ser constituídos de materiais e formatos variados, em função do tipo de sua utilização. Desta forma existem vasos de pressão cilíndricos, esféricos, cônicos etc. Construído em aço carbono, alumínio, aço inoxidável, fibra de vidro e outros materiais.

Como deve ser feita a inspeção do Compressor de ar de acordo com a NR13

Conforme a NR-13, sempre que na instalação de vaso de pressão todos os drenos, respiros, bocas de visita e indicadores de nível, pressão e temperatura quando existentes devem ser de fácil acesso com laudo de compressor e laudo nr13.

O local de instalação do vaso de pressão em ambientes fechados deve possuir duas saídas em direções distintas. A condição de direção distinta não obriga ter sentidos opostos, o que se quer evitar é a existência de duas saídas na mesma parede. Os locais que possam exigir a presença de trabalhadores para operação, manutenção ou inspeção, devem permitir acesso fácil e seguro, através de escada, plataformas e outros, em conformidade com as normas. Quando da instalação do vaso de pressão em local próximo a paredes (alvenaria ou não) recomenda- se manter uma distância mínima de 0,8 m (metro) a 1,0 m para que o mesmo possa ser circundado para inspeção de segurança. Os locais ainda devem dispor de ventilação permanente com entradas de ar que não possam ser bloqueadas, iluminação conforme normas oficiais vigentes e sistemas de iluminação de emergência.

Como deve ser feita a inspeção do Compressor de ar de acordo com a NR13

Neste tópico estão citados os principais itens que a NR-13 exige para inspeção de segurança. Os vasos de pressão devem ser submetidos à inspeção inicial, periódica e extraordinária, esta inspeção deve ser feita em vasos novos, antes de ser colocados em funcionamento, no seu local definitivo de instalação, devendo conter exame externo, interno e teste hidrostático,

Para inspeção de segurança periódica, constituída por exame interno, externo e  dispõem de uma tabela, onde os prazos máximos de inspeção devem ser obedecidos, isto para estabelecimentos que não possui serviço próprio de inspeção.

No caso do equipamento (Compressor) abordado neste  artigo, o mesmo se enquadra na classe “C” categoria “V” com P.V < 1. Sendo assim, conforme quadro  para estabelecimentos que não possuem “Serviços próprios de inspeção”, prazo máximo de exame externo 5 anos, prazo máximo para exame interno 10 anos. Para os locais que possuem “Serviço próprio de inspeção”, prazo máximo para exame externo 7 anos, exame interno e teste hidrostático fica a critério do PH profissional habilitado.

As técnicas a serem utilizadas para inspeção de segurança periódica devem ser definidas pelo profissional habilitado, com base no histórico dos vasos de pressão e nas normas técnicas vigentes.  O prazo real deve ser estabelecido pelo profissional habilitado em função da experiência anterior, contado a partir do último exame executado no vaso de pressão. Não é detalhado pela norma os métodos ou procedimento de inspeção, esta ação deve ser feita pelo profissional habilitado com base em código e normas internacionais reconhecidas.

Quais são os dispositivos de segurança instalados em um compressor nr13?

Conforme a NR-13, são dispositivos ou componentes que protegem o equipamento contra sobre pressão manométrica independente da ação do operador e do acionamento por fonte externa de energia com objetivo de impedir que a pressão interna do vaso atinja valores que comprometam sua integridade estrutural. No caso do compressor é obrigatório que o equipamento contenha uma válvula de alivio de pressão e um manômetro.

Quando o vaso de pressão possuir apenas uma válvula de segurança, existem normas internacionais aceitas que consideram inadequada a existência de bloqueio entre a válvula de segurança e o vaso de pressão.

A válvula de alivio de pressão serve para que nenhum ponto interior do vaso ultrapasse a pressão máxima de trabalho admitida PTMA.

O manômetro é um instrumento utilizado para medir a pressão de fluidos contidos em recipientes fechados. Existem basicamente dois tipos, os de líquidos e os de gases. No caso de compressor é utilizado o manômetro de gás, o mostrador do manômetro pode ser analógico ou digital e a instalação do mesmo pode ser feita no próprio vaso ou em uma sala de controle apropriada.

A figura abaixo apresenta um exemplo de manômetro analógico utilizado em compressores.

Qual documentação o compressor nr13 precisa apresentar em auditorias?

A documentação listada abaixo deverá sempre estar disponível para consulta e fiscalização dentro do estabelecimento. Quando for necessário retirar a documentação do estabelecimento, deverá ser providenciada sua duplicação, devendo se manter o original no estabelecimento onde se encontra instalado o vaso de pressão.

Conforme a NR-13 todo vaso de pressão deve possuir no estabelecimento onde estiver instalado a seguinte documentação devidamente atualizada:

a) Prontuário do vaso de pressão a ser fornecido pelo fabricante, contendo as seguintes informações:

  • Código de projeto e ano de edição;
  • Especificação dos materiais;
  • Procedimentos utilizados na fabricação, montagem e inspeção final;
  • Metodologia para estabelecimento da PMTA;
  • Conjunto de desenhos e demais dados necessários para o monitoramento da sua vida útil;
  • Pressão máxima de operação;
  • Registros documentais do teste hidrostático;
  • Características funcionais, atualizadas pelo empregador sempre que alteradas as originais;
  • Dados dos dispositivos de segurança, atualizados pelo empregador sempre que alterados os originais;
  • Ano de fabricação;
  • Categoria do vaso, atualizada pelo empregador sempre que alterada a original;

b) Registro de Segurança
c) Projeto de Instalação
d) Projeto de alteração ou reparo
e) Relatórios de inspeção
f) Certificados de calibração dos dispositivos de segurança, onde aplicável.

A documentação exigida no prontuário do vaso deve ser fornecida de forma detalhada pelo fabricante do vaso de pressão. Se o estabelecimento não possuir esta documentação parte da mesma deve ser reconstituída.

Os documentos a serem reconstituídos são sempre de responsabilidade do fabricante do vaso de pressão. Para tanto, poderá utilizar-se dos serviços do fabricante do vaso, ou de um profissional habilitado ou empresa especializada.

Compressor de ar

Compressores são máquinas ou equipamentos geralmente utilizados em indústrias responsáveis por admitir ou sugar o ar da atmosfera, comprimi-lo e enviá-lo para um reservatório de armazenamento (vaso de pressão) com a finalidade de utilizar o ar armazenado em pressões mais elevadas.

Os compressores podem ser classificados em dois principais tipos, conforme sua operação: Compressores de deslocamento positivo e compressores dinâmicos.

Os compressores de deslocamento positivo são divididos em Alternativos ou Rotativos. Nos compressores Alternativos a compressão do gás é feita em uma câmara de volume variável por um pistão, ligado a um mecanismo biela-manivela similar ao de um motor alternativo.

A figura abaixo apresenta um exemplo de funcionamento de compressor alternativo de pistão simples.

Em compressores Rotativos, um rotor é montado dentro de uma carcaça com uma excentricidade, desnivelamento entre o centro do eixo do rotor e da carcaça. No rotor são montadas palhetas móveis, de modo que a rotação faz as palhetas se moverem para dentro e para fora de suas ranhuras. O gás existente entre duas palhetas sucessivas é comprimido à medida que o volume entre elas diminui devido à rotação e à excentricidade do rotor. Nos compressores rotativos, os gases são comprimidos por elementos giratório.

A figura abaixo apresenta um exemplo de funcionamento dos compressores rotativos de palhetas.

Os compressores dinâmicos efetuam o processo de compressão de maneira contínua, atualmente são utilizados em diversas aplicações. A mais simples é a compressão de ar, alimentação de motores ou turbinas a gás, até aplicações mais complexas, como o transporte de gás natural.

A abaixo apresenta um exemplo de compressor dinâmico, neste caso é um turbo compressor utilizado em motores a combustão.

Com base em nossa experiência de mercado pode-se observar que mesmo com a grande variedade de uso de compressores de ar, em variados fins, verificou-se que de forma geral, a maioria dos estabelecimentos não está de acordo com a legislação referente a NR13, ou seja, não há projeto de instalação, registros de qualquer natureza de manutenção preditivas, preventivas e corretivas e/ou testes hidrostáticos. E infelizmente em muitos  casos os compressores só param para manutenção corretiva e a manutenção nem sempre é realizada por profissionais qualificados.

O descaso ou falta de conhecimento  da importância das observações de segurança quanto ao vaso de pressão (compressor de ar), infelizmente tem resultado em acidentes com danos matérias e pessoais, inclusive com a morte de pessoas. Fica entendido que é preciso trabalhar muito para a conscientização de que o fato abordado é grave e precisa ser tratado com importância para que possamos trabalhar em segurança e manter em dia a integridade física dos colaboradores.

Muitos empreendedores só descobrem que precisam contratar um profissional habilitado para fazer a inspeção NR13 do compressor quando recebem um auditoria.

Para finalizar este artigo deixo as seguintes perguntas para você empresário ou funcionário?

  1. Você utiliza vaso de pressão compressor em seu estabelecimento?
  2. Sabe o risco que o compressor de ar oferece?
  3. Existe um cronograma de manutenção do compressor de ar ou é feita a manutenção somente quando quebra?
  4. Você já ouviu falar da norma regulamentado n°13?
  5. Você sabe a finalidade da NR13?
  6. Você sabe que em caso de descumprimento da NR13 a sua empresa pode ser notificada?

Precisa de inspeção NR13 completa para o seu compressor? Entre em contato com a TERCAL ENGENHARIA, somos especialistas nesse ramo de atuação.

Já inspecionamos mais de 5.000 compressores em todo o Brasil.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Referências:

Temas relacionados:

prevenção acidentes com vasos de pressão, prevenção acidentes com compressores, prevenção acidentes em caldeiras, cálculo de vaso de pressão, categorias de vasos de pressão, laudo de caldeira, laudo de NR13, laudo de compressor, laudo de boiler, laudo de autoclaves, inspeção de autoclaves, laudo de tubulações, categoria de caldeiras, certificado nr 13, compressor é um vaso de pressão, curso de nr 13, curso de vasos de pressão, curso nr 13, curso vasos de pressão, curso de caldeiras, download nr 13, exemplos de vasos de pressão, fabricação de vasos de pressão,Inspeção de Vasos de Pressão, inspeção em compressores, inspeção em vasos de pressão pdf, inspeção NR-13, Inspeção Vasos de Pressão, Laudo NR-13, ministerio do trabalho nr 13, mte nr 13, nbr vasos de pressão, norma asme para vasos de pressão, norma regulamentadora nr 13, norma vasos de pressão, nova nr 13, nr 13 2014, nr 13 atualizada, nr 13 atualizada pdf, nr 13 caldeiras, nr 13 comentada, nr 13 ministerio do trabalho, nr 13 pdf, nr 13 treinamento, nr 13 tubulações, NR 13 vasos de pressão, nr vasos de pressão, profissional habilitado nr 13, prontuário vaso de pressão, reciclagem nr 13, resumo da nr 13, tipos de vasos de pressão, treinamento de nr 13, valvula de segurança para vaso de pressão, válvula de segurança vaso de pressão, vaso de pressão, vaso de pressão cilíndrico, vaso de pressão definição, vaso de pressão para ar comprimido, vasos de pressão cálculo, vasos de pressão de paredes finas, vasos de pressão pdf, vasos de pressão tipos, vasos sob pressão

Jéssica - Tercal
Siga-me
Últimos posts por Jéssica - Tercal (exibir todos)