O que são vasos de pressão nr13?

A TERCAL ENGENHARIA está entre as melhores empresas de inspeção nr13 com atendimento Nacional.

Somos especialistas em:

  • INSPEÇÃO DE CALDEIRAS
  • INSPEÇÃO EM VASOS DE PRESSÃO
  • INSPEÇÃO EM TUBULAÇÕES
  • INSPEÇÃO EM TANQUES DE ARMAZENAMENTO

Se você está pesquisando por empresas de inspeção nr13 fale com um dos nossos Especialistas, será uma honra ter a sua empresa abrilhantando o nosso portfólio de clientes.

Encontrou o que procurava?

Faça seu orçamento grátis agora mesmo!

curso nr13 online com certificado

Nesse artigo iremos abordar o que são vasos de pressão nr13, onde são usados e suas classificações, vamos então começar explicando o que são vasos de pressão:

vasos de pressão nr13

Os vasos de pressão são reservatórios, com tipos, dimensões e finalidades diferentes, essenciais para os processos industriais que envolvam a utilização de fluidos ou gases, devendo ser projetados para resistir com segurança a pressões internas diferentes da pressão normal do ambiente, preservando os fluidos e gases em seu interior.

Exemplo: A Panela de Pressão doméstica é um Vaso Sob Pressão (Pois tem todas as características que define este equipamento, só que em um volume menor ), quando a mesma “explode”, possui potencialidade de dano e sua consequência pode ser fatal e não somente material.
Por isso todo cuidado é necessário, como instrumentos de segurança em boas condições (válvulas de alívio, borracha, válvula de segurança), boa operacionalização, e a integridade física da chapa da panela (sem trincas ou amassos, etc).
Se em nossa casa temos que ter este cuidado, imagine em nossa empresa, onde equipamentos sob pressão podem possuir criticidade maior.
Vale ressaltar que podemos ser mais restritivos que as Normas Regulamentadoras do MTE publicadas a fim de promover cada vez mais a Segurança e Saúde do Trabalho.

Onde são utilizados os vasos de pressão nr13?

Como mencionado anteriormente, os vasos de pressão são facilmente encontrados em empresas do setor químico e petroquímico. No entanto, indústrias de outros setores também necessitam usá-los nas suas atividades diárias.

Ramos de atuação como o farmacêutico, alimentar, açúcar e álcool também devem contar com esse recurso, bem como qualquer setor que precise acomodar e escoar gases ou fluidos.

Os vasos de pressão nr13 podem ser úteis em todo o processo industrial ou em uma parte dele somente. Em alguns momentos, apenas uma atividade necessita deles, mas, mesmo assim, devem ser utilizados, pois trata-se de um mecanismo não só de facilitação, mas também de segurança. O texto abordará isso mais detalhadamente mais adiante.

Eles precisam ser utilizados de forma contínua, sem paradas nem para manutenção. Um único dia em que não funcionem, seja por falha ou para seu conserto, geralmente provoca um alto prejuízo para a corporação.

Como lidam também com materiais bastante tóxicos, que necessitam de todos os cuidados possíveis para manipulação, seu uso deve seguir todas as normas e testes que a legislação brasileira estabelece. Entre essas substâncias, algumas são inflamáveis, tóxicas ou até mesmo letais.

A partir do próximo tópico, você saberá mais sobre todas essas os tipos de vasos de pressão.

Quais os tipo de vasos de pressão?

Em sua classificação geral, podemos encontrar os seguintes tipos de vasos de pressão nr13

– Vasos não sujeitos a chama;

– Vasos de acumulação e armazenamento;

– Torres de destilação, podendo ser fracionadoras, retificadoras e absorvedoras;

– Reatores;

– Esferas de armazenamento de gases;

– Permutadores de calor.

Nessa classificação também podemos considerar os vasos de pressão segundo sua capacidade de suportar diferenças de pressão com relação à pressão normal atmosférica:

– Vasos atmosféricos, quando a pressão interna é a mesma da externa;

– Vasos de baixa pressão, quando não existe muita diferença entre a pressão interna e a externa;

– Vasos de alta pressão, quando se exige maior concentração dos fluídos e gases dentro dos vasos, em diferenças mais acentuadas entre as pressões interna e externa.

Por serem equipamentos que representam alto grau de periculosidade, os vasos de pressão exigem constante inspeção de segurança, mesmo para os mais novos e mesmo antes do início de seu funcionamento. A inspeção deve ser documentada, uma vez que, caso inspecionado pela fiscalização e não houver qualquer relatório sobre inspeção, as multas podem variar de R$ 4 mil a R$ 20 mil, dependendo do número de empregados expostos aos riscos dos vasos de pressão.

Quais equipamentos e documentos são necessários para o funcionamento de um vaso de pressão?

Documentação exigida

Devido aos equipamentos tratados na NR 13 representarem um grande risco, caso não sejam tomadas as devidas medidas de segurança adotadas na norma para sua operação, manutenção e inspeção, a legislação exige que os mesmos possuam uma série de documentações. Sendo assim, os documentos exigidos são:

Caldeiras

  • Prontuário;
  • Registro de Segurança;
  • Projeto de Instalação;
  • Projeto de Alteração ou Reparo;
  • Relatórios de Inspeção de Segurança;
  • Certificados de calibração dos dispositivos de segurança;
  • Análise de integridade e vida remanescente (caldeiras acima de 25 anos).

Vasos de Pressão

  • Prontuário;
  • Registro de Segurança;
  • Projeto de Alteração ou Reparo;
  • Relatórios de Inspeção de Segurança;
  • Certificados de calibração dos dispositivos de segurança.

Tubulações

  • Especificações aplicáveis às tubulações ou sistemas;
  • Fluxograma de engenharia;
  • Projeto de Alteração ou Reparo;
  • Relatórios de Inspeção de Segurança;
  • Registro de Segurança;

Tanques Metálicos

  • Folha de dados;
  • Desenho geral;
  • Projeto de Alteração ou Reparo;
  • Relatórios de Inspeção de Segurança;
  • Registro de Segurança;

Capacitação dos operadores

Uma das principais causas de acidentes envolvendo caldeiras e vasos de pressão é devido a erros operacionais. Por esse motivo, é necessário que os operadores passem por um treinamento de formação e, ainda, uma prática profissional supervisionada (antigo estágio supervisionado), para que possuam o conhecimento básico necessário à operação segura dos equipamentos que estão sob sua responsabilidade.

Por isso, o treinamento é obrigatório para todos os operadores de caldeira e para operadores de unidades de processo que possuam vasos de pressão com categorias I ou II. Entretanto, para que o profissional esteja apto a passar pelo treinamento adequado exigido na norma, é necessário que ele tenha concluído o Ensino Médio.

Qual a importância da NR 13 para os vasos de pressão?

vasos de pressão

vasos de pressão

A Norma Regulamentadora foi aprovada pela Portaria nº 3.214, de 8 de junho de 1978, do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).

Importante para a instalação e funcionamento dos vasos na indústria, ela regulamenta os requisitos mínimos para isso não apenas nesses equipamentos, como também em caldeiras a vapor. Também tem sua importância em tubulações de interligação.

Dentre as funções da lei, destacam-se, além de instalação e operação, a inspeção habitual e manutenção em caso de qualquer problema. Também é importante para oferecer as condições ideais de trabalho para todos os colaboradores que, de uma forma ou de outra, precisam realizar atividades relacionadas aos vasos de pressão e às substâncias que passam por eles.

COMO CLASSIFICAR VASO DE PRESSÃO NA NR-13?

A NE 13 classifica os vasos de acordo com os seus fluidos e gases, da seguinte maneira:

  • Classe A – Combustíveis em geral, inflamáveis, acetileno, hidrogênio e tóxicos;
  • Classe B – Todas as substâncias cuja temperatura não ultrapasse 200 graus Celsius;
  • Classe C – Vapor de água, ar simples e ar comprimido e gás asfixiante;
  • Classe C – Todos os gases e fluidos que não estão listados nas categorias anteriores.

vasos de pressão

Todas as caldeiras que acumulam vapor, seja qual for a fonte de energia utilizada, são regidas por essa norma regulamentadora. As tubulações também são controladas por ela.

Como você pôde perceber pela classificação, os vasos de pressão não são iguais e, por isso, alguns aspectos são analisados pela lei separadamente. A inspeção é no mínimo anual, mas pode ser mais frequente dependendo do tipo de equipamento.

Os principais requisitos que determinam essa periodicidade são o tipo de fluido comportado pelo equipamento, além de seu estado geral.

Os itens que mais contribuem para a falta de segurança na empresa, principalmente para seus colaboradores, são:

  • Falta de uso de equipamentos imprescindíveis para o bom funcionamento do vaso de pressão, como iluminação, identificação, inspeção de rotina e ventilação;
  • Falta de válvula de segurança;
  • Falta do manômetro, responsável por medir a pressão no equipamento;
  • Falta de instruções que detalham as medidas a serem tomadas em caso de qualquer urgência, como acidentes. Deve haver mais de uma saída de emergência, que devem ser sinalizadas e amplas, possibilitando a evacuação.

A NR 13 é tão importante, que combate verdadeiros desastres nas indústrias, como vazamentos e explosões, evitando acidentes e até mortes. Também evita danos ao meio ambiente, uma vez que se lida com substâncias tóxicas durante todo esse processo.

Além disso, a norma prevê que todos os colaboradores que trabalham com vasos de pressão devem ser devidamente treinados e participarem de cursos de atualização da NR 13, que existem desde 1995.

Como você viu ao longo deste texto, os vasos de pressão são equipamentos importantes, pois deles dependem o escoamento de inúmeras substâncias. Porém, todos os cuidados devem ser feitos, primeiramente para evitar prejuízos para a companhia, e, claro, garantir a integridade de todas as pessoas envolvidas nesse processo.

Diante das informações apresentadas é interessante para você ter mais uma opção de fornecedor na área de inspeção de caldeiras, vasos de pressão, tubulações, tanques de armazenamento, calibração de válvulas e manômetros?

Entre em contato com a nossa equipe: (12) 3958-1661 contato@tercal.com.br

classificacao-de-vasos-de-pressao-nr13

Links úteis:

Jéssica - Tercal
Siga-me
Últimos posts por Jéssica - Tercal (exibir todos)