A inspeção de caldeira é fundamental pois as caldeiras podem ser perigosas se não receberem a inspeção nr 13 e forem mantidas de forma adequada. A cada ano, incontáveis ​​acidentes, avarias e paralisações desnecessárias ocorrem entre milhares de caldeiras instaladas nas indústrias química, de processamento de alimentos, papel, refino e metais primários em todos os estados do Brasil.

Norma Regulamentadora 13 trata sobre Caldeiras, Vasos de Pressão, Tubulações e Tanques Metálicos de Armazenamento.

Por que preciso contratar uma empresa de inspeção de caldeira?

Reparos de caldeiras e vasos de pressão podem custar milhares de reais, bem como centenas de milhares de reais em danos à propriedade e perdas de receita de negócios. Os acidentes com caldeiras também podem causar perda de vidas e grandes danos estruturais às fábricas, instalações e equipamentos. Quando comparado a uma única parada de planta não planejada ou acidentes, o custo de inspeção nr 13, manutenção e reparos da caldeira é mínimo.

Inspeção de caldeira é apenas um requisito para atender a legislação?

A manutenção, serviço e inspeção nr 13 adequados das caldeiras e vasos de pressão não são apenas uma questão de segurança, mas também podem ser uma questão de economia significativa. O tempo de inatividade da caldeira pode forçar as fábricas a encerrar as operações da fábrica e o processo de produção, e cada hora em que a produção é interrompida pode custar centenas de milhares de reais, valor muito inferior ao custo de uma inspeção de caldeira com relatório de caldeiras.

Nenhum proprietário de fábrica deseja paralisações de emergência ou tempo de máquina parada, e o gerente da fábrica não quer ser responsável se isso ocorrer porque as caldeiras (ou outros equipamentos) não foram atendidos, inspecionados ou mantidos de forma adequada.

O que a NR 13 fala sobre Caldeiras ?

O item 13.4 contém disposições gerais de caldeiras a vapor. A norma entende que são equipamentos destinados a produzir e acumular vapor sob pressão superior à atmosférica, utilizando qualquer fonte de energia, projetados conforme códigos pertinentes, excetuando-se refervedores e similares.

As caldeiras são classificadas pela norma em duas categorias, conforme segue:

a) caldeiras da categoria A são aquelas cuja pressão de operação é igual ou superior a 1.960 kPa (19,98 kgf/cm²), com volume superior a 100 L (cem litros);

b) caldeiras da categoria B são aquelas cuja a pressão de operação seja superior a 60 kPa (0,61 kgf/cm²) e inferior a 1 960 kPa (19,98 kgf/cm2), volume interno superior a 100 L (cem litros) e o produto entre a pressão de operação em kPa e o volume interno em m³ seja superior a 6 (seis).

As caldeiras devem ser dotadas dos seguintes itens:

a) válvula de segurança com pressão de abertura ajustada em valor igual ou inferior a Pressão Máxima de Trabalho Admissível – PMTA, considerados os requisitos do código de projeto relativos a aberturas escalonadas e tolerâncias de calibração;

b) instrumento que indique a pressão do vapor acumulado;

c) injetor ou sistema de alimentação de água independente do principal que evite o superaquecimento por alimentação deficiente, acima das temperaturas de projeto, de caldeiras de combustível sólido não atomizado ou com queima em suspensão;

d) sistema dedicado de drenagem rápida de água em caldeiras de recuperação de álcalis, com ações automáticas após acionamento pelo operador;

e) sistema automático de controle do nível de água com intertravamento que evite o superaquecimento por alimentação deficiente.

*Todos esses itens são verificados em nosso relatório de caldeiras

Qual a periodicidade pra inspeção de caldeira?

A inspeção de caldeira, constituída por exames interno e externo, deve ser executada nos seguintes prazos máximos:

a) 12 (doze) meses para caldeiras das categorias A e B;
b) 15 (quinze) meses para caldeiras de recuperação de álcalis de qualquer categoria;
c) 24 (vinte e quatro) meses para caldeiras da categoria A, desde que aos 12 (doze) meses sejam testadas as pressões de abertura das válvulas de segurança.

*A inspeção de caldeira inicial deve ser feita em caldeiras novas, antes da entrada em funcionamento, no local definitivo de instalação, devendo compreender exame interno, seguido de teste de estanqueidade e exame externo.*

Quais são os prazos para SPIE ?

A NR 13 confere alguns benefícios ao estabelecimento que constituir um Serviço Próprio de Inspeção de Equipamentos *(SPIE).

O estabelecimento que institui o SPIE possui algumas vantagens em relação àquele que não o possui, havendo, por exemplo, prazos de inspeções que são aplicáveis apenas a quem institui este serviço em seu estabelecimento.

Estabelecimentos que possuam SPIE, conforme estabelecido no Anexo II, podem estender seus períodos entre inspeções de segurança, respeitando os seguintes prazos máximos:

a) 24 (vinte e quatro) meses para as caldeiras de recuperação de álcalis;
b) 24 (vinte e quatro) meses para as caldeiras da categoria B;
c) 30 (trinta) meses para caldeiras da categoria A.

O SPIE deve ser certificado junto ao Inmetro e caso o empreendedor opte por instituí-lo em seu estabelecimento, será necessário certificá-lo junto ao Inmetro.

*SPIE – Serviço Próprio de Inspeção de Equipamentos.

Aqui estão seis maneiras pelas quais uma inspeção de caldeira pode ajudar você e sua empresa:

1. Mantenha a eficiência energética

As caldeiras são máquinas complexas com muitas peças, e algumas delas se desgastam mais rápido do que outras. Para manter a eficiência da sua caldeira, certifique-se de que todas as peças estão em boas condições. Ao fazer isso, sua caldeira usará menos energia para gerar energia para s sua empresa.

2. Maximize a vida útil da caldeira

As caldeiras são um grande investimento financeiro e você deseja maximizar seu investimento, mantendo-as funcionais pelo maior tempo possível. A inspeção de caldeira regular e a manutenção profissional podem manter a caldeira em funcionamento pelo maior tempo possível. Dependendo de quem você perguntar, uma caldeira bem mantida pode durar vários anos.

3. Obrigações legais

No Brasil a NR13 regulamenta a inspeção de caldeiras e exige que as empresas façam inspeções regulares. Essas leis são postas em prática para ajudar a prevenir falhas catastróficas de caldeiras. Se você não seguir essas leis, terá que pagar multas e também ter uma caldeira com manutenção insuficiente. Seguir as leis de inspeção de caldeiras locais o ajudará a evitar problemas legais e garantirá a segurança de você e de sua caldeira. Além disso o Laudo de NR13 é um documento obrigatório pela legislação vigente, conforme item 13 da NR-13 do Ministerio do Trabalho e Emprego(MTE) e é exigido pelo Corpo de Bombeiros para obtenção e renovação de AVCB e também por Seguradoras na obtenção de apólices e sinistros.

No que diz respeito à penalidade aplicável ao descumprimento dos prazos máximos estipulados pelo item 13.5.3, informamos que a NR 28 deverá ser consultada.

Essa norma estabelece o grau de infração correspondente ao descumprimento de cada obrigação criada pelas demais NRs.

E a partir dos quadros anexos da NR 28 que correlacionam os itens das demais NRs, o grau de infração correspondente ao descumprimento destes itens e o número de empregados da empresa, pode-se concluir qual será o valor da multa a ser paga em Unidade Fiscal de Referência (UFIR).

4. Economize dinheiro em energia

As caldeiras perdem apenas para os sistemas HVAC na quantidade de energia que usam anualmente. No entanto, as inspeções regulares podem ajudá-lo a economizar muito no uso de energia. Além disso, caldeiras bem mantidas apresentam menor risco de avarias, que custam dinheiro para consertar ou substituir.

5. Fique seguro

Os acidentes com caldeiras e vasos de pressão podem causar perda de vidas e grandes danos estruturais às fábricas, instalações e equipamentos. Além disso, as caldeiras são conhecidas por falhas explosivas, portanto, mantê-las saudáveis ​​é importante para sua segurança.

6. Manter garantias em caso de sinistro

Existem muitos fabricantes de caldeiras e vasos de pressão com diferentes formas de fazer negócios. No entanto, muitas das garantias das caldeiras e de seguradoras exigem que você forneça o relatório de inspeção de caldeira e plano de manutenção  regulares. O não cumprimento dos requisitos anulará a garantia, desqualificando-o de qualquer dinheiro para ajudar com reparos ou substituições.

Relatório de inspeção de caldeira

O Item 13.4.4.16 da NR 13 também exige que no Relatório de Inspeção de Caldeiras que deve conter no mínimo:

a) dados constantes na placa de identificação da caldeira;
b) categoria da caldeira;
c) tipo da caldeira;
d) tipo de inspeção executada;
e) data de início e término da inspeção;
f) descrição das inspeções, exames e testes executados;
g) registros fotográficos do exame interno da caldeira;
h) resultado das inspeções e providências;
i) relação dos itens desta NR, relativos a caldeiras, que não estão sendo atendidos;
j) recomendações e providências necessárias;
k) parecer conclusivo quanto à integridade da caldeira até a próxima inspeção;
l) data prevista para a nova inspeção de segurança da caldeira;
m) nome legível, assinatura e número do registro no conselho profissional do PH e nome legível e assinatura de técnicos que participaram da inspeção.

RELATÓRIO DE CALDEIRAS

a) Prontuário da caldeira, fornecido por seu fabricante, contendo as seguintes informações:

  • código de projeto e ano de edição;
  • especificação dos materiais;
  • procedimentos utilizados na fabricação, montagem e inspeção final;
  • metodologia para estabelecimento da PMTA;
  • registros da execução do teste hidrostático de fabricação;
  • conjunto de desenhos e demais dados necessários para o monitoramento da vida útil da caldeira;
  • características funcionais;
  • dados dos dispositivos de segurança;
  • ano de fabricação;
  • categoria da caldeira;

b) Registro de Segurança, em conformidade com o subitem 13.4.1.9;
c) projeto de instalação, em conformidade com o subitem 13.4.2.1;
d) projeto de alteração ou reparo, em conformidade com os subitens 13.3.3.3 e 13.3.3.4;
e) relatórios de inspeção de segurança, em conformidade com o subitem 13.4.4.16;
f) certificados de calibração dos dispositivos de segurança.

A TERCAL ENGENHARIA é referência no Brasil no ramo de inspeção de caldeira e inspeção nr 13. Já fizemos centenas de inspeções de caldeiras em todo o país,  temos uma equipe preparada para atende-lo, além disso termos carta de referência e modelos de relatório de caldeiras que comprovam a nossa autoridade no mercado de inspeção de caldeiras em atendimento à NR13.

Entre em contato com o nosso time através do formulário abaixo, será uma honra ter a sua empresa abrilhantando o nosso portfólio de clientes!

Jéssica - Tercal
Siga-me
Últimos posts por Jéssica - Tercal (exibir todos)